Notícias   



Autarquia da Barra irá perfurar dois poços

Aumentar o texto: A- | A+
O Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) informa que Barra Bonita terá mais dois poços artesianos em 2018. O primeiro será perfurado na Rua Lourenço Antonelli e, com capacidade de produzir cerca de 3,6 milhões de litros de água por dia, deverá abastecer as Vilas Habitacional, Narcisa e bairros adjacentes.
O segundo será construído no bairro Sonho Nosso 5. Com capacidade de produção de cerca de 3 milhões de litros de água por dia, irá suprir a demanda de todos os bairros Sonho Nosso, além da Cohab, CDHU e adjacências. As obras do primeiro poço irão custar R$ 1,637 milhão e, do segundo, R$ 1,462 milhão.
Atualmente Barra Bonita conta com quatro poços artesianos para abastecer todo o município. Dois deles – dos bairros Santa Luzia e São Domingos – foram construídos pela prefeitura na década de 1980. O terceiro, na Avenida Arthur Balsi, foi feito em 1995, e o último, situado na região da Cohab, foi inaugurado em 2004.
Objetivo
A construção dos dois novos poços visa suprir o desabastecimento de água. De acordo com o superintendente adjunto da autarquia, Vicente Nardo, via assessoria de imprensa de Barra Bonita, o bairro Habitacional enfrenta há muito tempo situação delicada de desabastecimento em determinados horários do dia e o poço que atende parte da região carece de manutenção. O abastecimento nos bairros mais altos da cidade – os conjuntos habitacionais Sonho Nosso e Cohab – também é crítico.
O novo poço da Vila Habitacional será construído com recursos próprios do Saae. Já o poço do bairro Sonho Nosso contará com recursos da prefeitura, com verba proveniente da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Leia mais em: http://www.comerciodojahu.com.br/noticia/1379123/autarquia-da-barra-ira-perfurar-dois-pocos
Fonte: www.comerciodojahu.com.br  

 » Notícias Relacionadas

  21-09-2018 Estado realiza perfuração de poços em diversas regiões.
  21-09-2018 Militares brasileiros fazem perfuração de poços de água na Guiana.
  21-09-2018 Abastecimento de água em cidades de AL na seca deve custar R$ 2,3 milhões por mês.
  21-09-2018 Compesa paralisa abastecimento de água em Caruaru, Agrestina e Cachoeirinha.
  18-09-2018 Após um mês sem água, MPF pede que aldeias recebam água em caminhões-pipa.
  18-09-2018 Um ano após crise hídrica, Viçosa e Ubá não têm previsão de racionamento de água em 2018.

 

Parceiros


Publicidade